Sacerdote: Nessa oração pública que agora iniciamos, irmãos e irmãs, oremos uns pelos outros a Cristo Senhor, e lhe digamos humildemente:

Todos: Jesus, manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao vosso!

1. “Vos aproximastes do Monte Sião e da Cidade do Deus vivo, a Jerusalém celeste” (Hb 12, 22). Tendo edificado a Jerusalém Celeste, vossa Igreja, sobre o fundamento da fé apostólica, conservai-nos permanecer fiéis a mesma Igreja através de seus Pastores. Rezemos ao Senhor.

2. “Filho, realiza teus trabalhos com mansidão” (Eclo 3, 19). Como ordenastes ao homem dominar e cultivar a terra, fazei-nos trabalhar com amor e mansidão, para vossa glória e santificação nossa e dos que convivem conosco. Rezemos ao Senhor.

3. “É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados, quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura” (Sl 67, 7). Tornai-nos solícitos para com todos os que padecem no corpo ou no espírito, para que a eficácia de nossa caridade os tornem agradecidos à vossa providência. Rezemos ao Senhor.

4. “Convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos. Então tu serás feliz. Porque eles não te podem retribuir” (Lc 14, 13-14). Convertei o nosso coração para um amor verdadeiro e generoso para com aqueles que escolhestes para continuar vossa presença entre nós, e assim vos encontrarmos nos pobres e infelizes. Rezemos ao Senhor.

5. “Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos” (Lc 14, 14). Dignai-vos retribuir com a vida eterna todos os nossos benfeitores falecidos. Rezemos ao Senhor.

Sacerdote: Deus todo-poderoso e eterno, que nos fizestes vossos filhos em Cristo nosso Salvador, escutai as preces de vossa família e concedei-nos sempre uma caridade operosa para com todos. Por Cristo, nosso Senhor.

Amém.