Sacerdote: A Deus que é rico em misericórdia, apresentemos as intenções de nossa assembléia:

Todos: Pai de misericórdia, escutai as nossas preces!

  1. “A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma” (At 4, 32). Pelo Santo Padre, Doce Cristo na Terra, para que o Senhor o guarde e o sustente como rocha inabalável da Santa Igreja e sinal vivo da unidade dos cristãos. Roguemos ao Senhor.

  1. “A mão direita do Senhor me levantou” (Sl 117). Por todos os que sofrem, e pelos que estão caídos em seus pecados para que a mão do Senhor os levante e os conforte. Roguemos ao Senhor

  1. “Tomé respondeu: Meu Senhor e meu Deus!” (Jo 20, 28). Para que diante do Santíssimo Sacramento da Eucaristia, embora não vejamos como Tomé as chagas do Senhor, diante d’Ele O confessemos como nosso Senhor e Deus. Roguemos ao Senhor.

  1. “A casa de Israel agora o dia: ‘Eterna é a sua misericórdia!’” (Sl 117, 2). Para que o povo da antiga aliança possa receber a plenitude da misericórdia do Senhor, manifestada em Seu Filho Jesus, nosso Salvador. Roguemos ao Senhor.

  1. “Viverei para cantar as grandes obras do Senhor” (Sl 117). Para que os nossos irmãos falecidos sejam acolhidos pelo Senhor na vida eterna. Roguemos ao Senhor.

 

Sacerdote: Pai de misericórdia, que nos mandastes orar sem cessar, acolhei as preces da vossa Igreja em oração, para alcançarmos por vossa benevolência o que por nossos méritos não ousamos esperar. Por Cristo, nosso Senhor.

Todos: Amém.