Sacerdote: Irmãos e irmãs, Nosso Senhor nos ordena orar sempre, sem cessar. Por isso, alimentados pelo pão da sua Palavra elevemos a Ele as preces de nossa comunidade:

 


Todos: Acolhei a nossa oração!


1. “O Senhor é fiel para sempre, faz justiça aos que são oprimidos” (Sl 145, 7).  Para que a Igreja seja sempre a casa dos pobres, dos abandonados, dos oprimidos e que a eles seja sempre anunciado o Evangelho da salvação. Rezemos ao Senhor.


2. “Enquanto ela, na sua pobreza, ofereceu tudo aquilo que possuía para viver” (Mc 12, 44). Que cada um de nós recorde que Nosso Senhor não espera de nós um muito ou um pouco, mas o tudo que lhe possamos dar. Rezemos ao Senhor.


3. “O Senhor faz erguer-se o caído” (Sl 145, 8). Que sejamos um sinal da misericórdia e do perdão de Deus para nossos irmãos, procurando aproximá-los sempre do Sacramento da Reconciliação. Rezemos ao Senhor.


4. “Fingindo fazer longas orações” (Mc 12, 40). Que quando orarmos, nunca nos esqueçamos que o que agrada a Deus não é a quantidade ou a beleza das palavras que usamos, mas a simplicidade de um coração que fala como um filho a seu pai. Rezemos ao Senhor.


5. “O destino de todo homem é morrer uma só vez, e depois vem o julgamento” (Hb 9, 27). Que aqueles que já partiram dessa vida sejam envolvidos por vosso perdão. Rezemos ao Senhor.


Sacerdote: Senhor, vosso nome é santo. Vós derrubais os poderosos e os humildes elevais. Concedei-nos aprender sempre mais o caminho da simplicidade e da confiança que vosso Filho nos ensinou. Pelo mesmo Cristo, nosso Senhor.

Todos: Amém.