Simpósio visa retomar, à luz da tradição e em diálogo com a sociedade contemporânea, a centralidade do tema Celibato, no desejo de descortinar novas perspectivas quanto à compreensão de seu inestimável valor, bem como conscientizar-se da necessidade da descoberta de novos horizontes, que possibilitem a formação progressiva para a vivência madura, plena e frutuosa do dom do celibato na vida e na missão da Igreja.

Podem participar bispos, padres, reitores e formadores de seminários, diretores de institutos de Filosofia e Teologia. As inscrições são limitadas.

Programação

21 de novembro • Segunda-feira

14h30 • Acolhida e credenciamento | Teatro João Paulo II – PUC Minas

15h30 • Celebração de abertura

Tema: «Perspectivas históricas, teológicas e canônicas do Dom do Celibato na Igreja e a cultura contemporânea»

16h00 • Abertura do Simpósio

  • Cardeal William Joseph Levada,
    Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé

17h • O Celibato na história da Igreja

  • Perspectiva Histórico-Teológica
    Dom Paulo César Costa – Bispo auxiliar do Rio de Janeiro
  • Perspectiva Jurídico-Canônica
    Dr. Pe. Peter Mettler, MSF – Presidente do Tribunal Interregional Leste 2

17h45 • Intervalo – Café

18h • Vésperas

18h20 • Painel: “Perspectivas e desafios na cultura contemporânea”

  • Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, Bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e Reitor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Prof. Dr. Carlos Roberto Drawin, Professor da Universidade Federal de Minas Gerais e da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia

19h20 • Momento cultural

19h45 • Encerramento

22 de novembro • Terça-feira

Tema: «Em busca de um ‘íter pedagógico’ para a formação e vivência do Celibato»

08h30 • Laudes

09h “Por uma compreensão Cristocêntrica do Celibato”

  • Prof. Dr. Pe. Luís Henrique Eloy e Silva – Professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Assessor da Comissão Episcopal para a Doutrina da Fé/Tradução da Bíblia da CNBB

10h • Intervalo – Café

10h30 • “Por uma compreensão da pessoa e a vivência do Celibato”

  • Pe. Dalton Barros de Almeida, CSSR, Assessor da área de formação Sacerdotal e Religiosa, Província Redentorista do Rio de Janeiro
  • Prof. Dr. Willian César Castilho Pereira, Professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Assessor da Pastoral Presbiteral na Arquidiocese de Belo Horizonte

11h30 • Acentuações

12h • Hora Média

Intervalo para o almoço

15h • “A aprendizagem da reciprocidade para a vivência do Dom do Celibato”

  • Pe. Joaquim Ferreira Xavier Júnior, Fundador do Instituto Sacerdotal Cristo Ressuscitado, Diocese de Taubaté – SP, Presidente da Vésper e Autor do Método da Psicogenética Educacional

16h • Intervalo – Café

16h30 • Continuação da temática da Reciprocidade

17h30 • Vésperas

17h45 • Acentuações

18h30 • Momento cultural – Encerramento

19h30 • Celebração Eucarística em paróquias

23 de novembro • Quarta-feira

Tema: «Desafios e compromissos»

08h • Laudes

08h20 • Considerações sobre os “Delicta Graviora”

  • Sua Eminência Cardeal William Joseph Levada, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé

09h20 • Documento 94 da CNBB

  • Dom Leonardo Ulrich Steiner – Secretário Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

10h • Intervalo – Café

10h20 • “Cultura Digital, ética e questões morais”

  • Irmã Joana Terezinha Puntel, FSP, Doutora em Comunicação Social

11h10“A Igreja e seus ministros”

  • Prof. Dr. Pe. Francisco de Assis Costa Taborda, SJ, Professor da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, Belo Horizonte

11h30 • Painel de acentuações conclusivas

  • Dom Sérgio da Rocha, Arcebispo de Brasília-DF e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé
  • Dom Pedro Brito Guimarães, Arcebispo de Palmas-TO, Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada
  • Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo metropolitano de Belo Horizonte e membro da Congregação para Doutrina da Fé

12h00 • Momento Mariano

Encerramento

Mais informações aqui.